O verdadeiro sentido do esporte: #ForçaChape e Ciao Asto!

“Pela primeira vez na vida não fiquei muito feliz por fazer um gol, talvez por sentir por dentro que era ele que deveria estar ali e não eu, mas o que me consolou é que pude homenagear uma das pessoas que mais me abraçou quando cheguei aqui. O Davide era uma referência dentro e fora do campo na  Fiorentina e a perda dele será sentida por muito tempo”.

Ler essa declaração do zagueiro Vitor Hugo, que trabalho com a gente no Palmeiras por dois anos e hoje está na Fiorentina, levou-me a uma viagem no tempo. Na manhã de 29 de novembro de 2016, vivi um dos momentos mais emblemáticos da minha carreira. Naquele dia, estávamos no meio de uma série de publicações especiais no canal oficial do Palmeiras, no Youtube, sobre a conquista do título brasileiro. Mas o trágico acidente com o avião da Chapecoense fez com que, durante alguns dias, o tempo ficasse “congelado” pela incomensurável tristeza.

E como se não bastasse o tamanho do choque por si só, duas semanas antes eu havia estado em Chapecó (SC). Conheci muitos dos profissionais que estariam no vôo, vi uma equipe empolgada pela história sendo feita e até discutimos dois possíveis documentários que faríamos em conjunto. O destino não deixou. Tomado pelo luto, a pergunta sobre o verdadeiro sentido do esporte não parava de martelar na minha cabeça.

Em respeito a esse sentimento que tomou conta de todos nós e mobilizou o mundo da bola – como eu nunca havia visto -, chegamos a cogitar não publicar nenhum vídeo daquela série especial relativa ao título. Mas quis o mesmo destino que o último jogo daquele grupo tivesse sido justamente contra o Palmeiras. O título Brasileiro veio justamente contra os guerreiros de Chapecó, no Allianz Parque, no dia 27 de novembro. Assim, a resposta para aquela pergunta implacável se transformou em um especial em homenagem à Chapecoense que chamamos de #ForçaChape (https://youtu.be/PMQPUrVgEsU).

Pouco mais de dois anos depois daquele dia, foi inevitável ligar os fatos ao ler a matéria com o Vitor Hugo – que esteve em campo pelo Palmeiras naquela partida no Allianz Parque e que, nesse domingo, teve a missão de substituir o capitão Davide Astori, encontrado morto no último dia 4 de março. O primeiro gol do zagueiro brasileiro com a camisa da Fiorentina – 1 a 0 sobre o Benevento – veio carregado com um misto de sentimentos.

Assim como o vídeo “Vamos, vamos, Chape!” ficará marcado em nossas memórias, a homenagem realizada pela Fiorentina em seu canal oficial, no Youtube, expressa, sem dúvida, o verdadeiro espírito do esporte. Imagens emocionantes reunidas no vídeo “Ciao Asto!” (Adeus, Asto! – https://youtu.be/KGElNk-OffA).

Arnaldo Hase é diretor-executivo das produtoras Soccer Media e Mediasports, que têm Palmeiras e Flamengo como clientes. Criador do modelo de bastidores nas TVs de Clube, em 2010, com o Santos FC. Monitora quase mil canais de clubes no Youtube em todo o mundo.

You got the ball. Leave your comment

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s